PÁGINAS

segunda-feira, 11 de agosto de 2014

JAPÃO 2014



Coordenador Regional do Research Commitee Clinical Sociology da ISA – International Sociology Association. Professor da UNISC e Pesquisador CNPQ-Ortobras.


======================================================================

Impressionante Tóquio ao vivo. Uma cidade onde gira 14 milhões de pessoas e que tem muito menos engarrafamento de carros nas ruas do que Porto Alegre.


Aqui se caminha muito a pé, uma população que não é obesa, ninguém reclama de paradas longas. Os subsolos são imensos solos criados, muito metrô e trens e pronto também para receber novos tipos de veículos elétricos individuais (veículos de indivíduos – geralmente - acima de sessenta anos) em toda sua larga infraestrutura.
O mesmo em Yokohama. SHOPPINGS são grandes estações de transbordos focadas em centro de ligação de mobilidade de pedestres. Não tem estacionamentos imensos de veículos.







VISITA AO CENTRO DE PESQUISA E DESENVOLVIMENTO DE ROBÓTICA DA HONDA!

O Japão é um dos países mais avançados no campo da robótica: autômatos trabalham em equipe nas fábricas cada vez mais perto das pessoas e inclusive os acompanham em casa, da cozinha aos dormitórios. Entre as criações japonesas está Kirobo, um pequeno androide japonês enviado à Estação Espacial Internacional para acompanhar um astronauta compatriota, que no ano passado pronunciou as primeiras palavras de um robô no espaço.

O ASIMO ("Advanced Step in Innovative Mobility" ou Passo Avançado em Mobilidade Inovadora) percorreu um longo caminho desde a sua primeira versão apresentada pela companhia japonesa em 2000, após 14 anos de pesquisas no setor.


                        RELATO!!!!                           


Referência: Satoshi Shigemi, engenheiro-chefe de Pesquisa e Desenvolvimento da Honda e encarregado do setor de robótica humanoide.


Nova versão do ASIMO, robô humanoide mais avançado do planeta. Um Projeto que a Honda alimenta há quase 30 anos. O ASIMO é um centro de Atividade da rede de pesquisa da HONDA, gerando uma imensa família de tecnologia da Honda.

Uma máquina do tamanho de uma criança e com cabeça em formato de bolha também consegue se equilibrar em superfícies escorregadias, curvas, escadas e que rodopia em palhaçada e pula e se equilibra num um pé só, rodopia e corre em duas velocidades diferentes até 9km por hora.
O robô andou sobre superfícies curvas e pulou em círculos. Consegue abrir uma garrafa e servir um corpo. Aperta a mão educadamente para cumprimentar um desconhecido (uma destreza muito grande nas mãos - que têm a configuração das mãos humanas). A gente espera que de dentro do traje de astronauta futurista saia uma criança. Mas não. A última versão do ASIMO, o robô humanoide da Honda, surpreende pela naturalidade dos gestos.
"Olá! Obrigado por vir hoje", diz o robô repetindo a gravação de um adolescente de 16 anos. Ele também consegue se expressar em linguagem de sinais e em japonês, uma das melhorias da nova versão.
Cada vez mais sensores, mas a sistemicidade sensorial ainda é limitada. Um exemplo prático das limitações do robô, que ainda não consegue detectar se uma pessoa se aproxima para interagir com ele ou simplesmente está passando ao seu lado. Porém, em frente a uma mesa com uma garrafa e um copo, o robô reconhecerá a garrafa, pegá-la nas mãos, abri-la e servir o líquido no copo, em uma ação coordenada. Também é capaz de subir escadas sem parar diante dos degraus e bater em uma bola com força depois de uma corrida de dois passos.

Vídeo da apresentação será disponibilizado - CONFIRA <=> NITAS - Escritório de projetos Ortobras!



APRESENTAÇÃO - Palestra

YOKOHAMA => Devastada por um terremoto em 1923 foi reerguido dos escombros um espetacular Centro de Convenções a prova de terremotos.

Missão cumprida. Pesquisa e projeto ORTOBRAS e CNPQ apresentado para pesquisadores da ISA (International Sociology Association). A Ana Paula Almeida se junta a Fernanda e torna-se conhecida da equipe de pesquisa do  Research Committee Clinical Sociology da ISA (International Sociology Association). Do Japão levo um aprendizado de profundo do respeito e delicadeza pelo próximo. Um povo surpreendente e que tem muito a nos ensinar pela sua tradição e seu convívio com a alta modernidade.

Imagens do Centro de Convenção de Yokohama onde foi realizada a apresentação. Pacífico!














THE END!